Os Insetos da Horta

Escola Básica e Secundária Oliveira Júnior (São João da Madeira)

Desafio: "Os Insetos da Horta"

Registo Fotográfico:

Insetos Benéficos/Auxiliares:

Espécie 1:
Abelha
 VANTAGENS:
- É responsável pela polinização de plantas e, com isso, pode:
- aumentar a produtividade;
- melhorar a formação de frutos, como no caso do morango;
- deixar os jardins mais floridos.
 FORMAS DE A ATRAIR E MANTER:
1- Possuir na horta flores coloridas e plantas aromáticas - As abelhas são atraídas pelas flores e plantas aromáticas, especialmente as pequenas, de cores mais claras e com floração em massa, ou seja, que florescem de uma só vez e não gradativamente. As favoritas delas são: manjericão, funcho, malva, manjerona, orégão, alecrim, dente de leão, tomilho, hortelã, margaridas e girassóis.
2- Possuir plantas apícolas - Investir em espécies que atraem as abelhas, como a malícia ou a sapateira.
3- Possuir plantas nativas - O jardim ou a horta deve ter plantas nativas, pois as abelhas sentem-se atraídas pelas espécies entre as quais sempre viveram.
4- Fornecer água e abrigo - É necessário fornecer-lhes água e abrigo, e também, permitir que os jardins locais detenham uma pequena fauna. Galhos caídos, árvores, etc. podem ajudar as abelhas a fazerem as colmeias.
5- Não usar fumo na horta - As abelhas fogem de produtos à base de neonicotinóides, ou seja, com fumo na composição. Elas podem morrer ou deixar o espaço por causa desse químico.

Espécie 2:
Joaninha
 VANTAGENS:
- É uma das principais responsáveis pelo controlo biológico de pulgões, que se alimentam da seiva das plantas e causam estragos nas hortas.
- Além disso, a sua dieta também inclui larvas, ácaros e pequenas lagartas prejudiciais às plantas e aos seres humanos.
- Uma joaninha é capaz de devorar 200 pulgões em um dia.
 FORMAS DE A ATRAIR E MANTER:
1 – Possuir na horta pontos de água permanentes o mais natural possível (por exemplo, um pequeno charco integrado na terra).
2 – Plantar plantas produtoras de pólen. O pólen faz parte da dieta das joaninhas, portanto é imprescindível ter canteiros espalhados pela horta com algumas das seguintes variedades de plantas: lírios e tulipas (as favoritas das joaninhas, pois é dentro dos “copos” das flores que vão encontrar alguma frescura e construir os seus refúgios de verão); girassol; erva doce; manjericão; coentros; cominhos; angélica; cenouras; hortelã; malmequer; cosmos e dente leão.
3 - Plantar e semear plantas autóctones. Estas vão crescer e atrair os pulgões que são o alimento predileto e imprescindível delas.

Espécie 3:
Tesourinha
 VANTAGENS:
- É predadora natural de ovos de larvas, pulgões e moscas brancas que atacam as cenouras e couves.
- Gosta também de comer lagartas pequenas.
 FORMAS DE A ATRAIR E MANTER:
1 – Instalar abrigos para insetos
2 – Pendurá-los numa parede, numa árvore, colocá-los em cima de um suporte ou em qualquer lugar da horta que esteja fora dos habituais locais de passagem. Se o local for muito húmido, deve colocá-los um pouco acima do nível do solo.
3 – Plantar flores silvestres ao redor da horta ou numa zona próxima - Isso vai enriquecer o ecossistema local e tornar-se uma fonte de alimento para os insetos.

Insetos Prejudiciais:

Espécie 1:
Lagarta
 DESVANTAGENS:
- É um pequeno inseto que devora hortaliças incluindo o talo, deixando na horta um rastro de destruição.
- Pode surgir numa fase diferente de desenvolvimento, sob a forma de uma borboleta amarela pálida com uma mistura de verde e branco.
 FORMAS DE A COMBATER:
1 – Procurar os seus ovos, já que pode ser mais fácil do que recolher as larvas.
2 – Cultivar uma planta daninha, uma invasora conhecida popularmente como nabiça, cujo nome científico é Raphanus raphanistrum L. Ela também é apreciada pela lagarta, podendo ajudar a manter as couves, brócolos e rúculas a salvo.
3 – Apanhar as lagartas e alimentar as galinhas e passarinhos.
4 – Usar cascas de ovo. Colocadas nos canteiros, de forma bem visível, funcionam como espantalho para as borboletas, que ao verem os ovos evitam o ambiente, pois acreditam que as mesmas sejam de pássaros, predadores das lagartas.
5 – Pulverizar as hortaliças com chás repelentes, acrescidos de sumo de cebola, chá ou tintura alcoólica de alecrim, chá de fumo de corda e alho, ou então, pimenta malagueta agregada à solução de sabão. Isso pode ser feito uma vez a cada 15 dias.

Espécie 2:
Pulgão
 DESVANTAGENS:
- É um pequeno inseto sugador de seiva elaborada e que prejudica as culturas, não apenas pela sucção de seiva, mas pela inoculação de toxinas e transmissão de viroses.
- É capaz de desenvolver resistência contra pesticidas químicos como os organofosforados e carbamatos.
 FORMAS DE O COMBATER:
1 – Regar regularmente as plantas e hortícolas.
2 – Utilizar adubos naturais para prevenir pragas, doenças e vírus.
3 – Observar diariamente as plantas para protegê-las das pragas.
4 – Cuidar do solo. Manter a terra fértil e coberta de vegetação para manter a humidade e nutrir as plantas.

Espécie 3:
Vaquinha
 DESVANTAGENS:
- É um pequeno inseto que ataca as raízes das plantas.
- Interfere na absorção de nutrientes e água, e também reduz a sustentação das plantas.
- O seu ataque ocasiona o acamamento das plantas em situações de ventos fortes e de alta precipitação pluviométrica.
 FORMAS DE O COMBATER:
1 – Usar pesticidas naturais. Estes são ótimas opções para controlar e eliminar parasitas, evitando que se alastrem para toda horta. Manjericão, alecrim, alho e cebola são boas opções, por produzirem odores repulsivos.
2 – Plantar plantas atrativas em torno da área em que cultiva. Cercando a horta com plantas atrativas, evita-se que pragas invadam o cultivo. Mas é preciso cuidar desse “sistema de defesa”, também. Se as pragas destruírem essas plantas, partirão para o ataque à sua horta.
3 – Usar placas adesivas. As placas têm apenas coloração chamativa às pragas, geralmente nas cores amarela e azul, e uma cola em toda sua superfície. A coloração atrai o inseto e ele acaba colado na placa, não causando danos à horta. A cor amarela atrai mosca branca, pulgão, mosca minadora, cigarrinha, mosca Ceratitis capitata e vaquinha e já a azul captura trips e mosca do estábulo.

Memória descritiva:
Desde o início do ano letivo, a turma do 6º C da Escola Básica e Secundária Oliveira Júnior encontrava-se a dinamizar um projeto ecológico, “Por uma floresta de se lhe tirar o chapéu”, que incluía diversas atividades presenciais bastante dinâmicas, que pretendiam envolver não só a turma, mas também a comunidade escolar.
Considerando a alteração de todas as nossas rotinas devido à COVID-19, o professor João Mestre propôs que dinamizássemos o nosso projeto em colaboração com a Associação Bandeira Azul da Europa, que vem propor outras possíveis abordagens para a concretização do mesmo.
Deste modo, propusemo-nos a abordar o tema “Os Insetos da Horta”, onde identificámos 3 espécies de insetos benéficos e 3 espécies de insetos prejudiciais, explicando as vantagens e desvantagens destes animais na horta e as formas de os atrair e manter ou combater.
Procedemos em cada um dos casos à ilustração dos espécimes.
Para a elaboração deste trabalho, realizámos pesquisas em diversos sites disponíveis on-line, reunimos a informação que nos pareceu mais pertinente e realizámos os desenhos, que pintámos de acordo com as características dos diferentes animais.
Trabalho realizado por:
 João Fernandes, nº16
 Tiago Fernandes, nº 26