Os Insetos da Horta

Jardim de Infância de Quinta do Valongo (Mealhada)

Desafio: "Os Insetos da Horta"

Registo Fotográfico:

Insetos Benéficos/Auxiliares:

Espécie 1:
As borboletas desempenham um papel muito importante nos ecossistemas, actuando como polinizadoras e como indicadoras do bem-estar desses ecossistemas.
Costumam escolher flores grandes que se abrem durante o dia.
Como atrair as borboletas: plantar flores que produzam bastante pólen, com muita cor e de tamanho grande.

Espécie 2:
A joaninha é um dos principais responsáveis pelo controlo biológico dos pulgões que se alimentam da seiva das plantas e causam estragos nas hortas.
Uma joaninha é capaz de devorar 200 pulgões num dia.Também come cochonilhas, ácaros e moscas brancas.
Como atrair as joaninhas: plantar endro, gerânios, funcho, dente-de-leão, coentros, cenouras, cosmos, angélicas.

Espécie 3:
As abelhas são extremamente eficazes no processo de polinização, indispensável para o processo de crescimento e propagação das plantas.
Para atrair as abelhas:
- promover a variedade de culturas;
- plantar muitas flores coloridas, por exemplo margaridas, girassois e plantas aromáticas, tais como manjericão, funcho, alecrim, hortelã.

Insetos Prejudiciais:

Espécie 1:
O pulgão ataca a seiva das plantas e deixa um líquido que pode atrair fungos, bactérias e formigas.
A sua ação torna as folhas novas amarelas e enrogadas.
Como combater:
Vigiar as folhas
Fazer uma rega adequada
Utilizar adubo orgânico sólido de libertação lenta.

Espécie 2:
A lagarta é o primeiro estágio larval de um inseto.
Algumas lagartas alimentam-se de folhas, outras desenvolvem-se dentro de fruta em maturação.

Espécie 3:
A cochonilha é uma das principais pragas nos jardins e hortas. Este pequeno hemíiptero com apenas 4 mm de comprimento deposita as suas larvas, de cor cinzenta ou dourada e consistência macia, nas plantas. Cada um destes insetos possui um bico chupador que crava nas folhas, nos caules ou nos frutos, para se alimentar da seiva. Enquanto se alimenta segrega um melaço que favorece a formação do fungo feragão o que impede a fotossíntese e a floração. A planta fica debilitada e caso a praga persista morre.
Como prevenir:
- Adequar a água;
- Adubar periodicamente.

Memória descritiva:
A pesquisa foi efetuada on-line e também em livros, com o apoio de toda a família que também já tinha alguns conhecimentos sobre o assunto.
Os desenhos foram feitos com os conhecimentos adquiridos, utilizando marcadores.