Os Insetos da Horta

Escola Profissional Agrícola Fernando Barros Leal (Torres Vedras)

Desafio: "Os Insetos da Horta"

Registo Fotográfico:

Insetos Benéficos/Auxiliares:

Espécie 1:
Abelhas (Anthophila)
- Uma colmeia não é apenas importante para a produção de mel.
- As abelhas são extremamente eficazes no processo de polinização, essencial nalgumas plantas. A sua importância é tão grande, que alguns apicultores alugam as suas colmeias a agricultores para a polinização das culturas.
- A presença de abelhas indica que há diversidade e que as flores se vão multiplicar.
- O ideal seria criarmos condições para poderem ficar sempre na nossa horta. Mesmo nos períodos mais frios. A melhor forma de conseguirmos isso, é instalarmos abrigos (hotéis) para insetos.

Espécie 2:
Joaninhas (Coccinellidae)
- A joaninha é uma das principais responsáveis pelo controlo biológico de afídeos, os famosos pulgões, que se alimentam da seiva das plantas e causam estragos nas hortas.
- Além disso, a alimentação deste inseto também inclui larvas, ácaros e pequenas lagartas prejudiciais às plantas e aos seres humanos.
- Uma joaninha é capaz de devorar 200 pulgões num dia.
- O ideal seria criarmos condições para poderem ficar sempre na nossa horta. Mesmo nos períodos mais frios. A melhor forma de conseguirmos isso, é instalarmos abrigos (hoteis) para insetos.

Espécie 3:
Aranhas (Araneae)
- Principais predadoras, as aranhas comem mais pragas e insetos prejudiciais que todos os outros bichos juntos.
- Portanto, pense duas vezes antes de pisar naquela pequena aranhazinha que resolveu dar uma voltinha na sua horta.
- O ideal seria criarmos condições para poderem ficar sempre na nossa horta. Mesmo nos períodos mais frios. A melhor forma de conseguirmos isso, é instalarmos abrigos (hoteis) para insetos.

Insetos Prejudiciais:

Espécie 1:
Pulgões – Afídeo (Aphidoidea)
- São insetos de 5mm de comprimento, de cores variadas, que atacam a seiva dos vegetais e deixam um líquido açucarado, o que pode atrair fungos, bactérias e formigas. Ou seja, uma praga pode tornar-se em quatro.
- Estes insetos deixam as folhas novas amarelas e enroladas.
- Existem técnicas naturais que combatem e previnem tais ataques, muitas vezes resultantes de receitas caseiras. Estas técnicas são cada vez mais utilizadas, uma vez que não prejudicam a Natureza.
- Muitas das vezes também são colocadas plantas repelentes ou plantas atrativa longe da horta.

Espécie 2:
Lagartas
- São insetos que estão numa fase em que precisam de muito alimento para entrarem na fase da pupa, onde se desenvolverão por um tempo para então se transformarem em borboleta.
- As lagartas causam grandes estragos nas culturas.
- Estes insetos devoram as folhas e são realmente problemáticos.
- Existem técnicas naturais que combatem e previnem tais ataques, muitas vezes resultantes de receitas caseiras. Estas técnicas são cada vez mais utilizadas, uma vez que não prejudicam a Natureza.
- Muitas das vezes também são colocadas plantas repelentes ou plantas atrativa longe da horta.

Espécie 3:
Mosca-Branca (Aleyrodidae)
- Insetos de 1 a 2mm de comprimento, de coloração branca a amarelada.
- Estas moscas atacam uma diversidade de vegetais, como brócolos, pepino, beringela, pimento, curgete e ainda são pragas do tomateiro.
- Causam murchidão, queda de folhas e contribuem para a perda dos frutos.
- São como os pulgões, deixam substâncias açucaradas que atraem outras pragas.
- Existem técnicas naturais que combatem e previnem tais ataques, muitas vezes resultantes de receitas caseiras. Estas técnicas são cada vez mais utilizadas, uma vez que não prejudicam a Natureza.
- Muitas das vezes também são colocadas plantas repelentes ou plantas atrativa longe da horta.

Memória descritiva:
Como fiz este trabalho de pesquisa?
Comecei este trabalho a partir de dois sites que me foram disponibilizados e fui realizando várias pesquisas sobre cada um dos tópicos abordados ao longo do trabalho. De cada um dos sites que retirei as informações, que a meu ver seriam as mais importantes, reuni-as e selecionei-as de modo a que colocasse em cada tópicos as informações principais sobre o tema abordado.
Como fiz a ilustração destes insetos?
Para fazer a ilustração de cada um dos insetos abordados comecei por retirar a forma dos insetos, passa-las a grafite para uma folha de papel cavalinho A3, aperfeiçoá-las colocando os pormenores de cada desenho e apliquei a cor com lápis de cor e grafite de modo a ficar mais realista (este processo foi feito com o auxilio da visualização das imagens pelo computador). Para finalizar coloquei por cima de cada um dos desenhos o nome de cada uma das espécies utilizando caneta de ponta fina preta.