Espiral de Ervas Aromáticas

Escola EB Igreja Sande S. Martinho (Guimarães)

Desafio: "Espiral de Ervas Aromáticas"

Descrição das vantagens da construção de uma espiral:
A espiral de ervas aromáticas é uma excelente forma de decoração das hortas e jardins e consiste numa estrutura em forma de espiral que se pode fazer com diversos materiais: pedras, tijolos, paus ...
É uma construção que pode apresentar diferentes diâmetros, mas a grande vantagem tem a ver com a capacidade de plantar um grande número de plantas diferentes numa área pequena.
O formato em espiral favorece cada planta nas suas necessidades variadas, mas é importante ter em conta a escolha das plantas e a sua posição na espiral.
A gravidade, juntamente com a disposição dos vários tipos de terra (mais arenosa no topo e com mais matéria orgânica na base), possibilita o escoamento da água, acumulando-se nas zonas mais baixas onde estão as plantas que mais necessitam de humidade.
O local de implementação deve ser solarengo, ter um solo nivelado e de fácil acesso.

Breve descrição das plantas selecionadas e motivo do respetivo posicionamento na espiral:
Do 1 ao 13, as plantas que necessitam de menos a mais água, respectivamente:
1 O alecrim é muito resistente ao calor, à falta de humidade e ao vento.
2 A lavanda gosta de sol e de terra bem drenada.
3 Os orégãos gostam de exposição solar direta. A luz do sol intensifica o sabor das suas folhas.
4 O estragão prefere sol leve e solo bem drenado.
5 O tomilho deve receber sol direto parte do dia, o excesso de humidade prejudica-o.
6 Os coentros gostam de estar expostos ao sol e o solo não pode estar encharcado.
7 A salsa precisa de sol apenas durante algumas horas por dia e pode apodrecer devido à humidade.
8 O cebolinho gosta de estar exposto ao sol ou a meia sombra e a humidade é uma condição essencial.
9 O manjericão gosta de humidade e aguenta bem o sol.
10 O limonete prefere exposição solar completa e bastante humidade.
11 A hortelã gosta de zonas de sol ou de meia sombra e precisa de regas frequentes.
12 A cidreira quer muita humidade e pouca insolação.
13 O hipericão prefere solos com boa retenção de humidade e sombra parcial.

Materiais de construção necessários e motivo da sua escolha:
Os materiais usados pelo aluno foram paralelos de granito que estavam em casa do avô, mais pedras que encontrou no seu quintal. A sua escolha recaíu sobre estes materiais pois eram os que estavam disponíveis durante o período de confinamento social.

Breve memória descritiva de como foi efectuado o trabalho:
Escolheram uma zona com muito sol do quintal. Fizeram um desenho da espiral na terra, com ajuda de um pau. Começaram por colocar os paralelos mais direitinhos para equilibrar a estrutura e terminaram com pedras mais irregulares. Encheram o interior dos muros com terra. Construíram a espiral perto do passeio para permitir um fácil acesso à mesma, no momento de colheita das ervas aromáticas.
Depois de reunirem todas as plantas que definiram no esboço, procederam à sua plantação, colocando cada uma delas na espiral, obedecendo ao planeamento realizado, em função das suas necessidades de sol, sombra e/ou de humidade. Plantaram quase todas as ervas aromáticas a partir de vasos (com raízes e terra), mas o alecrim e o limonete plantaram de estaca.
No final, regaram as ervas aromáticas e apreciaram o resultado do seu trabalho. Ficou uma espiral de aromáticas bem bonita. Agora é só aguardar e torcer para que as ervas aromáticas plantadas gostem de viver ali. Têm de dar uma ajuda e cuidar muito bem delas!