As Nossas Hortas Bio

Escola EB de Vilarinho de Bairro (Anadia)

A Nossa Horta Bio

Horta pequena (até 50m²)

horta em janeiro

horta em março

horta em maio

saber mais sobre a nossa horta bio

desenho/croqui da horta

questionário

1. Há quanto tempo existe uma horta na escola?

Existe há 2 anos.

2. Área aproximada da horta (m²):

40 m2

3. Quem trata da horta?

3.1. N.º de professores envolvidos:

3

3.2. Disciplinas que mais participam na dinâmica da horta:

Ciências Naturais e Matemática

3.3. N.º de alunos envolvidos:

100

3.4. N.º de funcionários da Escola envolvidos:

2

4. As famílias são envolvidas?

4.1. Como e com que frequência?

As famílias dos alunos foram, também, uma grande ajuda neste projeto. Envolveram-se desde o início partilhando as suas experiências, dado a escola estar inserida em ambiente rural. Informaram-nos, através dos seus educandos, a época em que deveríamos plantar ou semear os produtos, e foram fornecendo indicações relacionadas com agricultura, muito úteis para todos os envolvidos, alunos e professores. Quando chegou o momento de plantar/semear, foram elas que nos forneceram a maioria dos produtos para que pudéssemos tornar este projeto possível.

5. Apresentar exemplos do impacto da horta na comunidade e nos alunos:

Este projeto foi muito benéfico para os alunos e também para a comunidade. Através das tarefas propostas aos alunos e à sua ajuda na organização dos produtos, no espaço da horta, conseguimos promover o sentido de responsabilidade e criatividade dos mesmos. Muitos alunos desconheciam grande parte das sementes que colocámos na terra e este projeto deu-lhes a conhecer uma grande variedade de sementes e plantas, e como e quando estas deveriam ser lançadas na terra. Muitos alunos quiseram também fazer uma horta em casa! No decurso do projeto os alunos revelaram muito empenho e interesse por todas as tarefas que iam realizando na horta. Foi muito interessante vê-los a plantar/semear os produtos que traziam das suas famílias com carinho e responsabilidade, para que a sementeira/plantio dessem os seus “frutos”. Mais interessante foi ver os alunos a cuidar da horta. Arrancaram as ervas entre as plantas, regaram, não deixavam que ninguém pisasse.
A comunidade ajudou a tornar este projeto possível dando-nos sementes e plantas que pudéssemos colocar na terra e ensinando-nos como e quando plantar cada uma delas. Toda a comunidade se envolveu demonstrando muito interesse e empenho na concretização e sucesso deste projeto. As famílias transmitiram todos os conhecimentos de agricultura que tinham para os seus educandos e alguns docentes e funcionários envolveram-se de várias formas; uns ajudaram a cozer as calças que foram a decoração da cerca da horta e os “vasos” de plantio dos morangueiros, outros trouxeram produtos para serem semeados e plantados. Os alunos da escola que não faziam parte deste projeto demonstraram sempre grande curiosidade e iam sempre espreitando para ver o que estava a acontecer, ver a evolução da horta e muitas foram as vezes que fizeram perguntas sobre assuntos que desconheciam relacionados com a agricultura.

6. Como é organizada a manutenção da horta e a repartição de tarefas?

Todos os assuntos relacionados com a execução dos do projeto para a implantação da horta foram discutidos com os alunos do 2º ciclo. Foram eles que decidiram como iam colocar os produtos na terra. Antes de decidirem como o iam fazer, fizeram várias pesquisas para saber qual era a maneira mais correta, ou seja, o feijão ficava bem, perto de que planta? Teria que ser semeado mais à sombra ou ao sol? Iria precisar de muita ou pouca água? Qual era o melhor momento para colocar as plantas na terra? A sabedoria e experiência das famílias aqui também foi muito importante, pois os alunos todos os dias traziam sugestões e respostas a muitas perguntas.
Todas as semanas, pelo menos duas turmas iam à horta tratar da terra, mais tarde plantar e semear os produtos e depois cuidar das plantas.
Antes de cada turma sair da sala de aula para ir para a horta eram sempre relembradas as regras a cumprir. Ainda na sala de aula os alunos ficavam a saber quem ia buscar as alfaias, quais é que deviam trazer e quem as ia guardar no final da aula no “armazém”. O mesmo aconteceu quando foi altura para plantar/semear os produtos. Eram feitos grupos antes de chegarem à horta. O mesmo aconteceu com a rega, havia 3 alunos por aula responsáveis pela rega. Todos cumpriram as tarefas com muito entusiasmo.

7. Como é feita a preparação do solo?

No início do ano letivo a terra da horta foi preparada. Os alunos retiraram todas as pedras e lixo que estava no espaço destinado à horta. Foram retiradas as plantas velhas e estragadas. Estas foram colocadas no compostor da escola. Mais tarde foi aproveitado todo o composto que estava no compostor para tornar a terra mais fértil. A Junta de Freguesia também colaborou na realização deste projeto pois levou à escola um trator de terra fértil, dada a terra no local da escola ser demasiado argilosa e pesada. De seguida os alunos alisaram a terra e mais tarde o terreno foi lavrado pois era importante revolver o solo para facilitar o seu arejamento e a capacidade de infiltração de água.
Os alunos também consideraram importante colocar alguns objetos a cercar a horta de modo a que esta ficasse mais protegida das bolas que poderiam ir para lá e até do vento. Foram aproveitadas calças de ganga velhas; os alunos colocaram palha dentro das calças de modo a que estas ficassem com aspeto de que alguém as estava a vestir. Na parte superior foi colocada terra e os alunos aproveitaram para plantar morangueiros.

8. É feita compostagem?

8.1. Se sim, como e com que materiais?

Folhas, resíduos da poda das árvores existentes na escola e resíduos da limpeza do terreno destinado à horta.

9. Quais as culturas / consociações instaladas?

Feijão, favas, ervilhas, couve, curgete, batatas, pimento, tomateiro, cebolo, alhos, agrião, alface e alho francês.

11. É feita recolha da água da chuva?

11.1. Como é feita a gestão da rega?

12. Monitorização de pragas e doenças:

12.1. É feita monitorização de pragas e doenças? Como e com que frequência?

Foi, com a supervisão de um funcionário e de um professor e uma frequência semanal.

12.2. Houve ataques de pragas e/ou doenças?

12.3. Se sim, quais e como foram combatidas?

13. Existem animais de criação ligados à horta?

13.1. Se sim, que espécies?

14. Assinale outras atividades que se realizam em torno da horta:

Feira na escola
Feira na comunidade
Confecção de sopas e outros pratos
Concursos
Aulas na horta
Outra

Outra, qual?

14.1. Das que assinalou, descreva até três que considera mais significativas, referindo para cada uma o número de vezes que se realizou durante o ano, número de pessoas envolvidas, tipo de participação dos alunos, impacto na comunidade e outros aspetos relevantes:

Atividade 1:

Descrição:

Feira na escola – Uma banca na Mostra de Saberes e Sabores
No 27 de março seria realizada uma “Mostra de Saberes e Sabores”. No âmbito da Horta Biológica da Escola seria montada uma banca com os produtos colhidos da horta. Estes produtos poderiam ser comprados por toda a comunidade educativa e seriam os alunos a colher e vender os produtos. Grande parte dos Encarregados de Educação estavam ansiosos pela realização da feira, pois queriam ver e comprar os alimentos que os seus educandos semearam, plantaram e cuidaram com todo o empenho e com muitas dicas e ensinamentos que cada aluno trouxe da sua família.

Fotografias:

Atividade 2:

Descrição:

Confeção de sopas e outros pratos
A Escola Básica de Vilarinho do Bairro tem um docente que desenvolve o projeto “Cozinhar para a inclusão”, com alunos com medidas adicionais ao abrigo do DL nº54/2018. Uma das atividades que realiza com esses alunos é a confeção de uma refeição semanal para elementos da comunidade educativa.
À medida que os produtos da horta estivessem prontos a serem colhidos, uma parte destinar-se-ia a contribuir para a confeção das refeições referidas.
Este grupo demonstra sempre muito interesse na realização das refeições. Mais entusiasmo iriam ter, pois seriam eles a colher da terra os produtos para depois os confecionar sob as orientações do professor.
Tal não aconteceu pois as atividades foram suspensas devido ao Plano de Contingência Coronavírus.

Fotografias:

Atividade 3:

Descrição:

Este projeto foi aproveitado também para que os alunos tivessem algumas aulas na horta. Foram aulas práticas. Nestas aulas os alunos demonstraram sempre muito interesse e entusiasmo e até aprenderam com mais facilidade.
No quinto ano na unidade “ A importância das rochas e do solo na manutenção da vida” o espaço da horta foi muito importante pois assim foi muito mais fácil os alunos perceberem que o solo é um suporte de vida, conhecerem as propriedades dos solos, como um solo se pode degradar, como o devemos conservar e aprenderam também algumas técnicas e instrumentos utilizados na agricultura.
Na unidade “A importância da água para os seres vivos” a horta também foi muito importante pois assim os alunos mais depressa perceberam o quanto a água é importante para os seres vivos e a manutenção da vida.
Na unidade “Diversidade dos animais” aproveitei a horta para que os alunos verificassem que os animais apresentam várias formas, diferentes tipos de revestimento e até puderam observar animais com diferentes tipos de locomoção.
Mais temas (por exemplo: “A influência dos fatores abióticos na vida dos animais e plantas”) seriam abordados na horta caso as aulas não tivessem sido suspensas devido ao Plano de Contingência Coronavírus (COVID-19).
Na disciplina de Matemática as docentes aproveitaram para abordar os temas: polígonos (na forma dos canteiros da horta), áreas (da horta e das respetivas superfícies ocupadas por cada produto hortícola), perímetros e volumes.

Fotografias:

15. Outros aspetos de realce da horta:

Foi neste espaço que foi colocada a espiral destinada à plantação das aromáticas o que contribuiu para o embelezamento do espaço.

15.1. Link para a página da horta:

https://www.facebook.com/Escola-B%C3%A1sica-de-Vilarinho-do-Bairro-149666108487172