As Nossas Hortas Bio

Escola EB1 do Rossio de S. Brás (Évora)

A Nossa Horta Bio

Horta pequena (até 50m²)

horta em janeiro

horta em março

horta em maio

saber mais sobre a nossa horta bio

questionário

1. Há quanto tempo existe uma horta na escola?

Há três anos.

2. Área aproximada da horta (m²):

30 m2

3. Quem trata da horta?

3.1. N.º de professores envolvidos:

7

3.2. Disciplinas que mais participam na dinâmica da horta:

Todas as disciplinas

3.3. N.º de alunos envolvidos:

150 (todos os alunos)

3.4. N.º de funcionários da Escola envolvidos:

4

4. As famílias são envolvidas?

4.1. Como e com que frequência?

Pontualmente, na colheita de alguns produtos da horta (couves, alfaces, hortelã,...) que levam para consumo próprio.

5. Apresentar exemplos do impacto da horta na comunidade e nos alunos:

A comunidade aprecia e incentiva as atividades desenvolvidas na horta.
A horta proporcionou aos alunos a oportunidade de:
- Conhecer o desenvolvimento de plantas utilizadas na nossa alimentação (sementeira, germinação, plantação, manutenção, colheita...).
- Aprender técnicas de agricultura biológica, através da prática.
- Conhecer as vantagens da agricultura biológica e do consumo dos produtos biológicos.
- Desenvolver valores e atitudes que promovam a sustentabilidade.

6. Como é organizada a manutenção da horta e a repartição de tarefas?

No início de cada período letivo, em reunião presidida pela Coordenadora Eco-Escolas, com a presença de alunos representantes de cada turma e do representante da Câmara Municipal de Évora no Conselho Eco-Escolas (Engenheiro Agrícola João Martins) é elaborada uma calendarização para as atividades da horta, nesse período. Em seguida, esta calendarização é divulgada em todas as turmas. Cada turma faz a sua inscrição numa ou em mais atividades, de acordo com os seus interesses e as planificações das várias disciplinas. Nas inscrições, é sempre tida em conta a articulação curricular e a diversificação de atividades realizada por cada turma.
Para realizar trabalhos “mais pesados” pedimos a colaboração da Junta de Freguesia da Malagueira e Horta das Figueiras.

7. Como é feita a preparação do solo?

A primeira limpeza e preparação do solo, no início do ano letivo, é habitualmente da responsabilidade dos alunos do 4º Ano, com a orientação e supervisão do Engenheiro João Martins.
Ao longo do ano, a manutenção depende das culturas e das inscrições das turmas nas diferentes atividades.
Algumas culturas, como por exemplo a sementeira das favas e das batatas, são feitas em “manta suja”, em que as ervas e restos de culturas anteriores não são retiradas, ficam tapadas com a terra ao abrir os regos para as novas culturas e funcionam como fertilizantes.
Procura-se que de um ano para o outro as culturas sejam rotativas, por exemplo, no espaço onde no ano anterior se cultivaram batatas, este ano cultivam-se favas, para fixar o azoto e adubar naturalmente o solo. Este ano também semeámos tremoços com a mesma finalidade.

8. É feita compostagem?

8.1. Se sim, como e com que materiais?

Temos dois espaços para compostagem, mas apenas para resíduos verdes: folhas e ramos das árvores (que são imensas no outono pois temos muitos plátanos junto à escola), restos de plantas resultantes da limpeza do terreno da horta, ervas da limpeza dos canteiros e do pátio, ...
A Escola inscreveu-se no projeto de recolha de resíduos orgânicos, provenientes da cantina, promovido pela Câmara Municipal de Évora.

9. Quais as culturas / consociações instaladas?

Normalmente, as culturas são de acordo com a época do ano.
No presente ano letivo fizemos as seguintes culturas: alfaces, couves, rabanetes, coentros, batatas, alhos, favas e tremoços.
Mantivemos dos anos anteriores: hortelã, hortelã menta, salsa, alecrim, manjericão e salvia.

10. Apresentar um desenho/croqui da horta:

11. É feita recolha da água da chuva?

11.1. Como é feita a gestão da rega?

A rega realiza-se com água da rede pública, sempre nos períodos menos quentes do dia e só quando é necessário.
Utilizam-se frequentemente os regadores.
A água da lavagem dos legumes e frutas na cantina é utilizada para regar o laranjal.

12. Monitorização de pragas e doenças:

12.1. É feita monitorização de pragas e doenças? Como e com que frequência?

É feita a monitorização através da observação semanal.

12.2. Houve ataques de pragas e/ou doenças?

12.3. Se sim, quais e como foram combatidas?

Tivemos o piolho da faveira que combatemos cortando as pontas a todas as faveiras.
Fazemos a monda (manual) frequente para eliminar as ervas daninhas.
Construímos e colocámos espantalhos para afastar os pássaros que nos “roubam” as sementes e comem as alfaces e as couves quando as plantamos.

13. Existem animais de criação ligados à horta?

13.1. Se sim, que espécies?

Não temos animais na escola, mas quando limpamos as folhas velhas das couves e das alfaces são sempre levadas por uma assistente operacional para dar às suas galinhas.

14. Assinale outras atividades que se realizam em torno da horta:

Feira na escola
Feira na comunidade
Confecção de sopas e outros pratos
Concursos
Aulas na horta
Outra

Outra, qual?

14.1. Das que assinalou, descreva até três que considera mais significativas, referindo para cada uma o número de vezes que se realizou durante o ano, número de pessoas envolvidas, tipo de participação dos alunos, impacto na comunidade e outros aspetos relevantes:

Atividade 1:

Descrição:

Consideramos como aulas todas as atividades realizadas em torno da horta porque são sempre planificadas, decorrem em horário letivo (curricular), com o acompanhamento dos professores das turmas, da coordenadora Eco-Escolas e do Engenheiro João Martins.

Fotografias:

Atividade 2:

Descrição:

Fotografias:

Atividade 3:

Descrição:

Fotografias:

15. Outros aspetos de realce da horta:

15.1. Link para a página da horta: