As Nossas Hortas Bio

Escola EB1/JI de Sendim (Matosinhos)

A Nossa Horta Bio

Horta pequena (até 50m²)

horta em janeiro

horta em março

horta em maio

saber mais sobre a nossa horta bio

desenho/croqui da horta

questionário

1. Há quanto tempo existe uma horta na escola?

14 anos

2. Área aproximada da horta (m²):

90m2 . Por engano inscrevemo-nos em horta pequena , mas pela dimensão é horta grande

3. Quem trata da horta?

3.1. N.º de professores envolvidos:

2

3.2. Disciplinas que mais participam na dinâmica da horta:

Conhecimento do mundo, cidadania, formação pessoal e social

3.3. N.º de alunos envolvidos:

50

3.4. N.º de funcionários da Escola envolvidos:

1

4. As famílias são envolvidas?

4.1. Como e com que frequência?

As duas turmas que dinamizam a horta duma forma mais continua, tem na sua planificação um projeto intitulado - Um bocadinho bem passado -. que consiste na participação das famílias na partilha dos seus saberes e colaboração. Assim, alguns que tem hortas oferecem plantas para as plantações e outros ajudam-nos a tratar da terra e das culturas, nos momentos que não podemos ou em tarefas que não conseguimos pelo tempo que demora ou pela complexidade da mesma. Ultimamente há um avô que nos tem ajudado de forma mais continua.

5. Apresentar exemplos do impacto da horta na comunidade e nos alunos:

O projeto da horta é uma mais valia para a escola. Para além das nossas crianças vivenciarem em loco o mundo da agricultura, o processo de crescimento das plantas, dos seres vivos que as acompanham nos seus benefícios e prejuízos, tem também a possibilidade de aprender ao ar livre, tornando a natureza na sua melhor sala de aula. Este é sempre um espaço de descoberta. Os pais acham esta forma de aprendizagem uma mais valia, e fundamental para o seu crescimento. A horta permite que a EB:Sendim se diferencie das outras escolas já que somos a única a ter horta e ativa. Alguns dos produtos cultivados na horta são utilizados como ingrediente para algumas refeições da cantina, e quando a quantidade se justifica chegam a ir para casa das crianças da pré que são os maiores trabalhadores da horta. Todos os alunos da escola tiveram e tem a oportunidade de participar em alguma atividade agricola.

6. Como é organizada a manutenção da horta e a repartição de tarefas?

O tratamento da terra por ser uma atividade mais demorada e pesada é realizada por algum familiar das nossas crianças. Depois a época do ano determina as culturas a realizar, sendo por isso devidamente programado de acordo com a disponibilidade dos adultos e oportunidade do momento. As sementeiras são sempre realizadas pelas crianças e a parte da acomodação da terra por um adulto. A estacaria quando ela é necessária é realizada pelo adulto, assim como as tarefas de limpeza das ervas, de arranjo da terra. As crianças colaboram nas tarefas mais simples , como seja a apanha dos produtos, a limpeza das ervas, a sinalética da horta. Um dos professores por ter mais conhecimentos dos tempos e tarefas da agricultura é quem determina o que fazer e quando.

7. Como é feita a preparação do solo?

A terra é fertilizada com o composto produzido no compostor, com composto de cavalo e fertilizante da Lipor ( Nutri+). Como a horta é rodeado de carvalhos e nogueiras, as folhas que caem ajudam a formar uma camada protetora, que para além de fertilizar, impedem o crescimento das ervas duma forma mais agressiva. As culturas são realizadas de forma rotativa para não saturar o solo. Esta rotatividade está condicionada pela sombra que as árvores fazem.

8. É feita compostagem?

8.1. Se sim, como e com que materiais?

Para a compostagem utilizamos dois tipos de compostores: um de madeira que recebe uma parte das folhas dos 34 carvalhos que o espaço exterior da escola tem, e um circular de plástico oferecido pela Lipor que é cheio com os residuos orgânicos que os alunos de toda a escola trazem de casa em data combinada e com a devida informação para que nos seja entregue material adequado para este fim. Os restos da fruta dos alunos vão também para o compostor para completar a perda de quantidade pelo abate do composto.

9. Quais as culturas / consociações instaladas?

As culturas que realizamos na horta são as comuns a qualquer horta portuguesa- diferentes tipos de couves, leguminosas ( favas, feijões de diversos tipo, ervilhas ), batatas, alface, cebola, rabanetes, corgetes, milho, ervas aromáticas, algumas flores com a função de repelentes de pragas e atração de insetos auxiliares. Temos também árvores de fruto - 1 limoeiro, 1 laranjeira, 2 nogueiras, 1 aveleira, uma figueira( pequena), um castanheiro( pequeno). Recentemente plantamos uma ameixeira e um diospireiro. Os frutos vermelhos também tem espaço na nossa horta: - groselhas e framboesas

11. É feita recolha da água da chuva?

11.1. Como é feita a gestão da rega?

Na horta existe um bidão grande que recolha a água da chuva que mais tarde é utilizada para pequenas regas. Na horta há um lago que também fornece água para essas pequenas regas. Quando há necessidade de maiores regas e com mais intensidade, recorremos a uma mangueira que está ligada a uma torneira existente no edifício da escola que é abastecida pela água da rede pública. Essas regas efetuam-se de manhã cedo para evitar as horas de maior calor. Quando o bidão fica vazio e não há chuva, a água é reposta através da mangueira, permitindo assim as pequenas regas sem desperdício de água.

12. Monitorização de pragas e doenças:

12.1. É feita monitorização de pragas e doenças? Como e com que frequência?

As pragas surgem sempre e por isso a necessidade de atenção constante para que os seus efeitos sejam o mais reduzidos possível. Com a experiência já sabemos o que normalmente ataca as culturas da horta e por isso a necessidade de estar atento e intervir conforme a necessidade.

12.2. Houve ataques de pragas e/ou doenças?

12.3. Se sim, quais e como foram combatidas?

Pulgão, piolho, caracois são habitantes muito presentes nas hortas, e a nossa não é diferente. O ideal é a prevenção e por isso a existência de algumas plantas aromáticas ( cravos túnicos, alecrim, capuchinha,) próximo das culturas. Começamos o ano passado a transplantar algumas das aromáticas que tinhamos na horta para perto das culturas. Ainda não sentimos muito o efeito , mas com a continuação algum dará. Para os caracóis utilizamos casca de ovo esmagada para impedir que se aproximem das plantações tenras, para o pulgão do feijão tentamos colocar lá joaninhas sempre que as encontramos. Quando o ataque é maior e precisa dum tratamento mais forte e rápido ,utilizamos produtos químicos biológicos.

13. Existem animais de criação ligados à horta?

13.1. Se sim, que espécies?

14. Assinale outras atividades que se realizam em torno da horta:

Feira na escola
Feira na comunidade
Confecção de sopas e outros pratos
Concursos
Aulas na horta
Outra

Outra, qual?

14.1. Das que assinalou, descreva até três que considera mais significativas, referindo para cada uma o número de vezes que se realizou durante o ano, número de pessoas envolvidas, tipo de participação dos alunos, impacto na comunidade e outros aspetos relevantes:

Atividade 1:

Descrição:

A utilização dos produtos da horta na confeção de pratos na cantina escolar e nas atividades de culinária na sala é frequente. Normalmente utilizamos as couves, ervilhas, feijão, favas para a cantina. As laranjas ou limões para sumos ou chá assim como as ervas aromáticas para infusões ( cidreira e limonete) e os oregãos para levarem para casa. A cozinheira é um elemento muito colaborador nesta atividade. Em relação à sopa com couves sem ser passada, e por termos em abundância, é servida a toda a escola.

Fotografias:

Atividade 2:

Descrição:

A horta é um espaço que propicia o conhecimento tanto a nivel do reino animal como vegetal. Por isso, é utilizado semanalmente tanto como espaço de descoberta e exploração como de aprendizagem orientada e lúdica. Através do hotel de insetos, do compostor existente na horta e do espaço envolvente descobrimos muitos habitantes da horta que depois nos leva à pesquisa para melhor os conhecermos. Quando é época de sementeira e plantação, novas aprendizagens e descobertas se realizam. Este espaço é utilizado também, por ser uma área tão agradável como local para o conto de histórias.

Fotografias:

Atividade 3:

Descrição:

Fotografias:

15. Outros aspetos de realce da horta:

Por ser um espaço tão rico a nivel de aprendizagem orientada e lúdica, torna-se um espaço de muito envolvimento emocional para as crianças,sendo um dos espaços de eleição de todos. Esse entusiasmo é passado para as famílias não só pelas crianças como também pelos projetos realizados à volta da horta em que tentamos envolver a comunidade educativa. Cientes da importância das atividades ao ar livre, o quanto é bom brincar/explorar a terra, a existência da horta influencia positivamente na decisão da escolha da escola paras muitos encarregados de educação, já que a E.B. de Sendim é a única que tem esta oferta pedagógica. A mancha verde que origina também é importante para a pegada ecológica.

15.1. Link para a página da horta:

Página e facebook do Agrupamento de escolas Irmãos Passos