As Nossas Hortas Bio

Escola EB 2,3 Dr. Acácio de Azevedo (Oliveira do Bairro)

A Nossa Horta Bio

Horta pequena (até 50m²)

horta em janeiro

horta em março

horta em maio

saber mais sobre a nossa horta bio

desenho/croqui da horta

questionário

1. Há quanto tempo existe uma horta na escola?

Foi criada uma no ano letivo 17/18 mas noutro local que agora ficou inacessível

2. Área aproximada da horta (m²):

30 metros2

3. Quem trata da horta?

3.1. N.º de professores envolvidos:

2

3.2. Disciplinas que mais participam na dinâmica da horta:

Ambiente e Sustentabilidade e Ciências Naturais

3.3. N.º de alunos envolvidos:

45

3.4. N.º de funcionários da Escola envolvidos:

1

4. As famílias são envolvidas?

4.1. Como e com que frequência?

5. Apresentar exemplos do impacto da horta na comunidade e nos alunos:

Durante a criação e desenvolvimento da Horta houve a possibilidade da integração dos alunos e o seu contacto direto com a terra e com espécies hortícolas, assim como, o acompanhamento do seu crescimento e desenvolvimento. No ambito da disciplina de CN, foi possível desenvolver ainda, diversas competências e atingirem diversas aprendizagens essenciais que fazem parte do currículo de diversas disciplinas.

6. Como é organizada a manutenção da horta e a repartição de tarefas?

Com os 5 alunos das Medidas Adicionais, todos participavam ao mesmo tempo, havendo a distribuição dos alunos nas tarefas diversas como, limpeza do terreno, preparação da terra, plantação, sementeira, rega, etc.
Com as duas turmas do regular, na disciplina de CN, formaram-se grupos e era dada a oportunidade de 1 elemento de cada grupo (de forma voluntária) ficar responsável por uma das diversas tarefas que eram necessárias efetuar no momento.

7. Como é feita a preparação do solo?

A limpeza e mobilização foram efetuadas sempre e unicamente com enxadas. O terreno nunca tinha sido cultivado, no entanto, apresentava uma manta morta bastante enriquecida pelo acumular das folhas caídas e ervas que cresciam e que eram capinadas frequentemente por uma equipa de jardinagem da Câmara Municipal.
A fertilização foi unicamente realizada no momento da plantação e para a qual se recorreu a estrume de cavalo (em grânulos) e com algum do composto que existia no compostor já construído no ano letivo 17/18.

8. É feita compostagem?

8.1. Se sim, como e com que materiais?

É feita sobretudo com as borras de café do bar da Escola juntamente com as ervas daninhas e outras plantas resultantes da limpeza do terreno.

9. Quais as culturas / consociações instaladas?

Foram plantadas espécies aromáticas e plantas com flor como jacintos e primulas, sobretudo com o objetivo de atrair os polinizadores e como já existia no local, um grande alecrim e lavandulas, não plantámos mais nenhumas plantas aromáticas, para evitar certas pragas.
Tivemos também o cuidado de misturar alfaces verdes com alfaces roxas para evitar a predação pelas pequenas aves.
Tínhamos semeado salsa, manjericão e cravos da índia, no interior da estufa, para posterior transplantação, no meio das hortícolas, no entanto, devido ao encerramento da Escola por causa da Covid19, essa transplantação não pode ser efetuada. Essas sementeiras foram trazidas para casa da Coordenadora do Eco-Escolas para poderem ser regadas com a regularidade necessária.

11. É feita recolha da água da chuva?

11.1. Como é feita a gestão da rega?

Este ano, não houve necessidade de regar a horta, visto que, nos meses que decorreram após a plantação e sementeira, choveu regularmente. Apenas regávamos as sementeiras que se encontravam dentro da estufa (salsa, manjericão e cravos da índia)

12. Monitorização de pragas e doenças:

12.1. É feita monitorização de pragas e doenças? Como e com que frequência?

Apenas se começou a verificar o aparecimento de folhas de couve comidas eventualmente por lesmas ou caracois. Perante esta situação, prevíamos usar uns garrafões de água de plástico, sem o fundo, e colocá-los a envolver as referidas couves, de forma a evitar novos ataques destes moluscos, no entanto, esta operação não chegou a ser efetuada, devido ao encerramento da escola.

12.2. Houve ataques de pragas e/ou doenças?

12.3. Se sim, quais e como foram combatidas?

Apenas se começou a verificar o aparecimento de folhas de couve comidas eventualmente por lesmas ou caracois. Perante esta situação, prevíamos usar uns garrafões de água de plástico, sem o fundo, e colocá-los a envolver as referidas couves, de forma a evitar novos ataques destes moluscos, no entanto, esta operação não chegou a ser efetuada, devido ao encerramento da escola.

13. Existem animais de criação ligados à horta?

13.1. Se sim, que espécies?

14. Assinale outras atividades que se realizam em torno da horta:

Feira na escola
Feira na comunidade
Confecção de sopas e outros pratos
Concursos
Aulas na horta
Outra

Outra, qual?

14.1. Das que assinalou, descreva até três que considera mais significativas, referindo para cada uma o número de vezes que se realizou durante o ano, número de pessoas envolvidas, tipo de participação dos alunos, impacto na comunidade e outros aspetos relevantes:

Atividade 1:

Descrição:

No Agrupamento, é tradição comemora-se o "Dia das Sopas", normalmente no último dia de aulas do segundo período. Neste evento, cada turma fica responsável por trazer uma sopa, com a colaboração e envolvimento da família, de forma a que todos acabem por poder provar sopas de diversas turmas diferentes.
Os alunos envolvidos na Horta Biológica tinham proposto e estavam a prever que este ano, poderiam elaborar uma sopa feita com alguns dos produtos da horta biológica e seria uma maneira de dar a conhecer à comunidade escolar, a importância da agricultura biológica para a saúde e ambiente.
Este ano estava previsto comemorar-se o "dia das sopas" no dia 1 de abril, no entanto, teve que ser cancelado devido à Pandemia, pelo que esta ideia não foi possível concretizar.

Fotografias:

Atividade 2:

Descrição:

Fotografias:

Atividade 3:

Descrição:

Fotografias:

15. Outros aspetos de realce da horta:

A Horta continuou a crescer, apesar do encerramento das Escolas por causa da Covid19, e os seus produtos puderam ser recolhidos (alfaces, ervilhas de quebrar, courgettes, couves coração) e doados a uma Instituição de Solidariedade Social de forma a ajudar as famílias mais carenciadas. Esta informação foi divulgada pelos alunos envolvidos, via email, que ficaram muito felizes e orgulhosos por terem contribuído para esta ajuda.

15.1. Link para a página da horta: