Desafios 2019-2020 | Espiral de Ervas Aromáticas

Espiral de Ervas Aromáticas

 

As plantas aromáticas têm uma importância incontornável na planificação de uma horta biológica. Para além de atraírem insetos polinizadores para a horta, são uma fonte de aroma e sabor na nossa culinária, que permite tornar os nossos pratos mais saborosos e reduzir a quantidade de sal utilizada.
Cultivar as aromáticas em espiral pode ser uma forma interessante de aprender mais sobre estas plantas. A espiral, inteiramente construída com materiais naturais (pedras, terra, areia, folhas secas, palha e água), serve-se de uma técnica usada na permacultura que consiste na subdivisão de espaços permitindo cultivar plantas tanto de habitats secos como húmidos, proporcionando uma grande produtividade e diversidade num espaço pequeno. Permite, ainda, recolher plantas durante todo o ano e cria mesmo o habitat ideal para animais de jardim como anfíbios, aves e várias espécies de insetos.
A espiral, geralmente de um metro de altura e dois de largura, possibilita um jogo de sombras e luz que permite que plantas com diferentes características cresçam em sintonia. A gravidade, juntamente com a disposição dos vários tipos de terra (mais arenosa no topo e com mais matéria orgânica na base), possibilita o escoamento da água, acumulando-se nas zonas mais baixas onde estão as plantas que mais necessitem de humidade.  

Neste desafio propõe-se às Eco-Escolas que planeiem e construam uma “micro-horta biológica” de ervas aromáticas com a forma de espiral. 

Objetivos

  • sensibilizar a comunidade escolar para a importância das plantas aromáticas na horta biológica e na nossa alimentação;
  • dar a conhecer à comunidade escolar a diversidade de plantas aromáticas que existem;
  • contribuir para o aumento da produtividade e sustentabilidade da horta;

 

Inscrição

A inscrição e preenchimento do formulário com as informações solicitadas deverá realizar-se na plataforma das Eco-Escolas

Nota: Se não possui credenciais de acesso, ainda não está registado na rede Eco-Escolas ou caso necessite de mais informação, pode contactar o programa Eco-Escolas por e-mail (ecoescolas@abae.pt) ou através do número 213 942 746.

 

Informação Solicitada

Para participar no desafio, as escolas terão de enviar através da plataforma Eco-Escolas:

  • um esboço/croqui da espiral
  • um conjunto de fotografias que exibam a planificação da espiral (e o envolvimento dos alunos) e o processo de construção da mesma (5 a 15 fotografias)
  • breve descrição das plantas selecionadas e motivo do respetivo posicionamento na espiral
  • uma memória descritiva de como foi efectuado o trabalho, materiais de construção e motivo da sua escolha, e resultado/evidências após a construção da espiral

 

 

Prazos

As escolas deverão enviar os seus trabalhos até 15 de maio de 2020.

 

Processo de Seleção

O júri será constituído por elementos da ABAE, AGROBIO, elementos da Comissão Nacional das Eco-Escolas e por parceiros do projeto.
O júri reserva-se no direito de rejeitar qualquer trabalho que não satisfaça as condições do concurso.

 

 

Critérios de Avaliação

Os projetos serão avaliados de acordo com os seguintes critérios:

  • Envolvimento dos alunos 
  • Materiais utilizados para construção da espiral e plantas selecionadas
  • Qualidade/funcionalidade da espiral
  • Criatividade

 

 

Prémios

A definir.
Os prémios serão atribuídos às escolas vencedoras no Dia das Bandeiras Verdes 2020.

 

 

 

Links úteis

Biodiversidade – Guia Temático
Herb Spiral Garden
The Magic and Mystery of Constructing a Herb Spiral
How to make an herb spiral

 

 

Inspiração